Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



BOTES DO PINHO DE SARILHOS PEQUENOS - RECRIAÇÃO

por marcolinofernandes, em 04.11.19

RECRIAÇÃO DE UM DIA DE TRABALHO DO TEMPO DOS BOTES DO PINHO DE SARILHOS PEQUENOS: PROCEDIMENTO DE CARGA E DESCARGA DO PINHO (CARUMA DE PINHEIRO) EFECTUADO POR ANTIGOS TRIPULANTES DE SARILHOS PEQUENOS. O EVENTO REALIZOU-SE NO CAIS DA MOITA, HÁ MAIS DE TRINTA ANOS.

Sem título-1 - Cópia (2) - Cópia.jpg

Sem título-1 - Cópia - Cópia.jpgAntónio Ventura, António Miranda (Ti "taxinho"), Brás (da "Esgalha"), Francisco (do "Neco"), Alfredo rodrigues, Luís Rodrigues ("Querra"), Ilídio (do "Pilha") e Francisco Gomes (Chico Ferrum). Há ainda um que está de costas voltadas, não foi possível reconhecer. Todos falecidos.

Sem título-1.jpg

Sem título-2.jpg

Quando se procedia ao carregamento dos barcos, utilizava-se um balde de madeira onde eram colocados paus (cavacos), consoante os molhos de pinho trazidos para bordo: 60 molhos de pinho perfaziam uma talha. Em cada talha carregada, colocava-se um pauzinho no balde. Duas talhas carregadas, dois pauzinhos. Três talhas, três pauzinhos, e assim sucessivamente até terminar o carregamento. No fim, os pauzinhos que estavam dentro do balde eram contados, um a um, e a soma dos mesmos correspondia ao total do carregamento: trinta pauzinhos, trinta talhas, l800 molhos.

Cada barco carregava, em média, trinta talhas, excepto o varino "Palhais", que carregava 50 a 60 talhas. "Carregar em nado ", era uma expressão utilizada para qualificar um carregamento feito com a maré. Isto é, carregar e safar (sair) sempre com os barcos em nado, aproveitando a mesma maré para, depois de carregado, içar velas e rumar à Capital.

Por tradição, todos as embarcação carregavam uma talha a mais com o intuito de angariar fundos em favor das festas de Sarilhos Pequenos, para compra de material pirotécnico (foguetes e morteiros de tiro reforçado) a ser lançado pelos festeiros, marítimos, aquando da cerimónia religiosa da bênção dos barcos, junto à praia, pela procissão em honra de Nª Sª da Graça. Nesse domingo das festas, lançavam-se centenas de foguetes e morteiros a partir das embarcações, que se exibiam engalanadas para o efeito, fundeadas junto ao campo de futebol. Hoje já não é permitido lançar foguetes livremente.

Convém aqui lembrar, mais uma vez, que na primeira metade do século XX Sarilhos Pequenos chegou a possuir mais de 60 embarcações: botes, sobretudo, mas também varinos, canoas e uma fragata, a “Tate”. Possuía mais embarcações do que Rosário, Gaio, Moita e Alhos Vedros juntos. Dedicavam-se sobretudo ao transporte do pinho, mas também madeiras, tijolos, hortaliças, frutas, sal, ostras e casca das mesmas, “morrassas” e limos (pelas canoas mais pequenas).

Não se trata de localismo exacerbado, bairrismo, mas de factos, de repor a história. Os nomes dessas embarcações e dos arrais estão registados em livro, para preservação e salvaguarda do património.

Marcolino Fernandes não escreve segundo as normas do novo acordo ortográfico “brasileiro”. 

bote pinho.jpg                           Bote "manuel I"

baecos.jpg  Botes: "Vitor Hugo" e "Fernando I" (Gaião)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D